sexta-feira, 6 de novembro de 2009

No meu I POST

Vou começar esse post lembrando de uma idéia de Drummond em sua obra Confissões de Minas:

O gênero Literatura Infantil tem a meu ver existência duvidosa. Haverá música infantil? Pintura infantil? A partir de que ponto uma obra literária deixa de ser alimento para a alma de uma criança ou um jovem e se dirige ao espírito do adulto? Qual o bom livro para crianças que não seja lido com interesse pelo homem feito? (...) Observados alguns cuidados de linguagem e decência, a distinção preconceituosa se desfaz. Será a criança um ser à parte? Ou será a Literatura Infantil algo de mutilado, de reduzido, de desvitalizado – Porque coisa primária, fabricada na persuasão de que a imitação da infância é a própria infância?

Fiz uma lista de músicas de diferentes músicos/bandas pra mostrar que o Drummond não deixa de ter lá a sua razão.

A primeira, da banda Ziriguibum de BH, tem um baixo irresistível, além da doce voz da querida Cristina Brasil, professora de música que enfeitiça os alunos. Duvida?


A segunda, da professora de música da UFMG, Cecília Cavaliere, é sobre a menina Tippi, filha de fotógrafos da National Geographic, que tem uma relação de cumplicidade com os bichos e a natureza. Aqui dá pra ouvir um tiquim, muito tiquim. Mais sobre a Tippi, aqui.

A terceira é a Alface, do segundo cd da Adriana (Calcanhoto) Partimpim, é letra traduzida por Augusto de Campos e musicada pelo filho Cid Campos.


A quarta é Sai Preguiça do Palavra Cantada, grupo que tocando no meu cd player do meu carro, já fez muito carona adulto pedir a benção. Do Palavra Cantada também, o cd inteiro Pé com pé e a música que possivelmente mais tocou na minha casa_ O Rato do cd Canções Curiosas.

A quinta é a música Família Suja do grupo gaúcho músico-teatral Cuidado que Mancha:

A sexta é o Leitinho Bom do Projeto Pequeno Cidadão do Arnaldo Antunes e do Edgar Scandurra. Além dessa, todos os outros clipes são lindos! Tá láááá no fim da página, mas os outros clipes tb são lindos!
A sétima é daquelas que a gente ouve até cansar. Chuva, chuvisco, chuvarada do Cocoricó.

E finalmente, a oitava, a nona e décima são...8, 9 e 10!

E vale o mesmo esforço ao contrário. Uma lista de músicas produzidas para os adultos e capaz de encantar a meninada.
_Cibele_ já em clima de sexta feira

3 comentários:

Claudia disse...

Ci, eu acho que coisa boa não tem idade mesmo não. Mas aqui na Italia, por exemplo, onde não existe - que eu saiba! - música feita "pra criança" - à exceção de um programa idiota chamado Zecchino D'Oro onde coros ou crianças cantavam musiquinhas tradicionais (e que eu acho barango até a raiz), fica faltando alguma coisa.

Claudia disse...

Ci, você já ouviu o Selton? É um grupo brasileiro que mora aqui em Milão, eles tão fazendo muito sucesso com as crianças (e os adultos também!) daqui.
http://www.youtube.com/watch?v=6_JGM_pwPDE

Cibele Carvalho e Claudia Souza disse...

Olha...não conhecia não...vou ouvir mais...legal heim...banana a milanesa é um nome ótimo!

Que engraçado isso de não ter música infantil, né?

 
BlogBlogs.Com.Br