terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Xuxa e o Mistério da Princesa Feiurinha

Era o prineiro ano do ensino médio e eu estava numa escola nova. A professora de literatura vinha com uma lista de livros diferente de tudo o que eu já tinha visto ...tinha alguns clássicos e outros nem tão clássicos e duas obras que me chamaram a atenção_ Brida (Paulo Coelho) e Pedro (Bartolomeu Campos Queirós). Um best seller odiado pelos bem letrados e um infantil. Depois ela se justificou dizendo que queria que a gente lesse pra formar a nossa própria opinião e a experiência foi super construtiva.
O último filme que vi da Xuxa, eu ainda era criança, mas me disseram que agora era diferente, que depois da Sasha ela tinha passado por uma fase educativa. Lembrei da minha professora de literatura do primeiro ano e resolvi ir assistir ao filme. (Tá bem, é bem verdade que esse ano não deu pra viajar por causa da mudança e as opções de cinema no interior são reduzidas).
Posso agora dizer com conhecimento de causa_ o roteiro é todo truncado, os atores estão pééééééssimos, o áudio é tenebroso e a Xuxa continua extremamente sexualizada. Sem falar da bizarrice da escolha do príncipe da Sasha.
Mas...Ela não ia se descuidar do figurino, que de fato é bonito. Óbvio, mas bonito.
Muito coerente!
_Cibele_

4 comentários:

Anônimo disse...

excelente este artigo da Claudia sobre a Xuxa
http://www.centroludico.com.br/artigos.asp?ide=1
Abraços,
Izabela

Fefê disse...

Eu pensei em dar uma chance pra Xuxa, mas depois do que vc escreveu, desisti...
Beijos,
Fefê

Claudia disse...

Oi, Izabela (é a Izabela do Clic?). Aquele texto eu escrevi num dia de revolta psico-pedagógica ha ha ha Mas não mudei muito de opinião não. Eu acho a Xuxa e todo o padrão que ela representa um lixo.
Fefê, eu tenho uma dificuldade de dar chance pra coisa ruim! =)
Abração e obrigada pelos comentários.

Cibele disse...

Exatamente, Izabela, não consigo mais pensar na Xuxa sem lembrar desse texto da Clau. Quem ainda não leu, corre lá.

Fefê, bom, se eu tivesse em Bh não ia ter tempo pra ver a Xuxa, mas eu até que acho importante as crianças terem senso crítico. As que foram comigo saíram de lá criticando a história (na verdade, o roteiro, que elas não sabiam que se chamava assim). Há cenas super boas muito pouco exploradas e cenas looongas de clichês. Chato!

Oi, sócia! E a Xuxa/Cinderela em versão 30 kilos de silicone...
http://ci.i.uol.com.br/filmes/g/xuxa_em_o_fantastico_misterio_de_feiurinha_2009_g.jpg

 
BlogBlogs.Com.Br