quinta-feira, 7 de maio de 2009

Diário de campo


Vamos imaginar as crianças como um grupo social, tal como na antropologia da infância. Ou um sub-grupo, se preferirem. Mas o importante é que seja um grupo independente e produtor de cultura. Uma etnia em que nós adultos somos estrangeiros, forasteiros. Há dificuldades de comunicação. Fronteiras. Cada lado tende a ver seu ponto de vista como universal. Isso independe de gostar ou não de crianças, embora a simpatia seja um passo à frente da empatia.


Agora, imaginemos que um indivíduo estrangeiro venha um dia morar em nossa casa. Que casa? Nossa casa mais primária, nosso corpo. Ele vem e se aloja na nossa barriga! Um outro que se comporta como se fosse seu fígado. Haverá muito, muito amor (disso a antropologia não dá conta), mas haverá também lutas e concessões. Sensações, idéias, sentimentos e questões absolutamente novos surjem dessa experiência. Um diário de campo não seria uma excelente idéia? Sorte de quem vai se aventurar daqui pra frente!
Parabéns Ju e Lau!
_Cibbele_

9 comentários:

Ju Sampaio disse...

:-)
Muito obrigada, querida.
Beijo.

Grazi disse...

Ci, você escreve tudo de uma ótica tão deliciosa! As meninas merecem a homenagem e a gente se sente um pouquinho parte disso, né? Beijo enorme.

Claudia Souza disse...

Reforço os parabéns!! Ju e Laura merecem e muito. O Mothern foi o primeiro blog que li e que acompanhei. Uma tirada fantástica e corajosa num tempo em que a coisa precisava ainda ser inventada. E agora essa nova e emocionante aventura,tenho certeza - ainda não li - também de grande qualidade.Beijos pras duas.

Claudia Souza disse...

Cibbele, parabéns pra você também pelo lindíssimo texto. Fico orgulhosa de dividir esse querido Quintal contigo.

Laura disse...

Ci, que texto mais lindo, obrigada :) Saudades de você. beijo

Laura disse...

E oi pra vc também, Claudia. Quanto tempo, né? beijo

Claudia Souza disse...

Pois é, tempão, né Laura. Mas quem é vivo sempre aparece. Beijo (na Nina e na Gabi também).

cibele disse...

Obrigada, Grazi...Volte sempre, viu?

Lau, obrigada também...saudades mesmo! Precisamos marcar de tomar uma dia desses...

Clau, obrigada também, também, sócia querida...esse quintal tá mesmo uma belezura!

J. disse...

Bonito,viu, parabéns!

 
BlogBlogs.Com.Br